Anime Friends 2021: Anúncios de mangás em tempos de pandemia

Na noite de 30 de setembro ocorreu a primeira edição do AnimeFriends de forma digital. Mas mesmo sendo de forma digital, teve tudo que a maioria das pessoas gostam, que é anúncio de mangá novo.

O evento teve a presença de representantes das editoras brasileiras de mangás que, antes e depois de uma mesa-redonda de discussão, anunciaram os novos lançamentos para o mercado brasileiro.

Pré-Mesa Redonda

Começando com os anúncios e as novidades que aconteceram antes de começar a Mesa Redonda das Editoras, em pouco tempo a live do evento acabou caindo por causa de um strike. O motivo é que a live tinha cenas de Tensura (Tensei Shitara Slime Datta Ken). Mas em pouco tempo a live retornou e pode seguir normalmente.

Outro fato muito comentado foi que a edição de 2022 do evento ocorre em São Paulo nos dias 8, 9 e 10 de julho, enquanto o evento no Rio de Janeiro vai ser nos dias 16 e 17 julho. Os ingressos já estão à venda no site oficial e, durante uma semana, o preço vai estar em promoção.

Anúncios

Dentro da live tivemos dois anúncios, e o primeiro mangá, inclusive, já teve o seu anúncio vazado poucos dias antes do evento. Horimiya foi o primeiro anúncio da editora Panini no Anime Friends 2021. O mangá já está com o primeiro volume em pré-venda no site da editora, com o lançamento previsto para dezembro de 2021.

Horimiya – Volume 1/Panini Brasil

Além de Horimiya, a editora anunciou que vai republicar One Piece aqui no Brasil, ganhando o formato 3 em 1, e tem o primeiro volume previsto para sair em 2022.

Pós-Mesa Redonda

Uma das primeiras perguntas foi: como que as editoras reagiram a pandemia? Isso quer dizer, como foram planejadas as coisas desde o início da pandemia até o momento atual.

Começando pela Panini, a editora comentou que a pandemia impactou muito o mercado como um todo, desde a adaptação do trabalho home office até a parte de produção. Também foram muito afetados na parte de papel, com o tráfego de navios sendo diminuído e a demanda por papel ficando cada vez mais alta, fazendo com que o preço subisse e as editoras acabassem tendo que se replanejar por inteiro.

Mas mesmo assim, a editora comentou que as vendas durante a pandemia foram positivas.

Agora por parte da NewPop, a editora comentou que as vendas inicialmente foram muito impactadas, mas depois surgiu o “boom” das vendas em lojas online. Na parte mais interna, a editora comentou que os insumos estão começando a se normalizar agora, mas que cada vez acaba aparecendo um baque diferente.

A última editora a comentar foi a JBC, falando que no começo passaram 4 meses sem publicar nada, mas que depois retomaram as publicações com Vigilants e Slime. A editora comentou que não só o Brasil, mas o Japão também foi muito afetado nessa área, com as produções tendo interrupções e atraso nas comunicações.

A editora comentou que teve que se reformular por completo, tendo problemas desde a falta de papelão para as encomendas até problemas de distribuição.

Perguntaram sobre a possibilidade e como foi a venda de e-book durante a pandemia. A editora JBC disse que cada caso é diferente, e às vezes certos títulos não estão disponíveis para negociação em e-book.

A NewPop disse que está em processo inicial e que pretende publicar todas as obras em formato digital de uma vez, com previsão para 2022. Ela também comentou que a editora japonesa pode barrar a publicação de uma obra por determinado tempo para certa região, mas que atualmente o Brasil e a América do Sul estão cada vez mais crescendo nesse meio.

Indo agora para a parte de vendas, a editora JBC comentou que Haikyuu está tendo ótimas vendas e que pode se aproximar de Boku no Hero Academia. Falando sobre BokuAca, a editora comentou que a obra alcançou a marca de 1 milhão de unidades aqui no Brasil, e comentou também que Fullmetal Alchemist está chegando perto dessa marca.

#AnimeFriends #Mangá

0 visualização0 comentário