Curiosidades sobre o Juunishi, o Zodíaco Japonês!


O zodíaco chinês tem um grande impacto em vários países asiáticos, como a Coréia, Japão, Vietnã, Singapura, Tailândia e Myanmar. Em alguns países, os signos do zodíaco são os mesmos que os chineses, enquanto alguns dos animais podem diferir em outros países.


O zodíaco chinês baseia-se em um ciclo de 12 anos. Cada ano é representado por um animal. Os 12 animais do zodíaco em ordem são: Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Serpente, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cão e Porco. Os animais e a ordem dos signos são exatamente os mesmos na Coréia do Sul, Coréia do Norte, Cingapura e Camboja.


Já no Zodíaco Japonês, o porco é substituído pelo javali. No caso do Vietnã, o coelho é substituído pelo gato. Sem contar na Tailândia, onde o Dragão é substituído pela Naga, uma criatura mitológica que se parece com uma cobra gigante. Naga é considerada símbolo da fertilidade e da riqueza e sua imagem pode ser vista em muitos templos tailandeses.


O Zodíaco Japonês é chamado de Juunishi (十二支). Outra diferença entre o zodíaco chinês e o japonês é em relação ao calendário. Na China, o Ano Novo tem início de acordo com o calendário lunar chinês, enquanto que no Japão, o Ano Novo é baseado no calendário solar desde 1872, quando o calendário lunar deixou de ser usado no país.


Por esta razão, o signo das pessoas nascidas em janeiro e fevereiro pode ser diferente, uma vez que o animal que rege o ano começa em datas diferentes nos dois países. Em 2018, o Ano Novo Chinês começa no dia 16 de fevereiro e termina em 4 de fevereiro de 2019. Já no Japão, o Ano Novo começa de acordo com o calendário solar, ou seja, dia 1 de janeiro.


O ciclo de 12 anos formados por todos os animais do Zodíaco Japonês é chamado de Eto (干支). Quando uma pessoa completa 60 anos, significa que ela completou o ciclo de 12 anos cinco vezes. No Japão, o 60º aniversário de uma pessoa é conhecido como Kanreki.


A Lenda por trás do Zodíaco Chinês

Segundo a lenda, Buda fez uma festa de final de ano no céu e convidou todos os animais, mas apenas 12 compareceram: o Rato, o Boi, o Tigre, o Coelho, o Dragão, a Serpente, o Cavalo, a Cabra, o Macaco, o Galo, o Cão e o Porco.


Para recompensar a presença, Buda deu de presente a cada animal um ano para que ele o influenciasse com sua personalidade.


Quando os animais terminam suas meritórias tarefas, fazem um juramento solene perante os budas de que um deles estará sempre, por um dia e por uma noite, pelo mundo, pregando e convertendo, enquanto os outros onze ficam praticando o bem em silêncio.


O Rato inicia sua jornada no primeiro dia da sétima Lua; procura persuadir os nativos do seu signo a praticarem boas ações e a corrigirem os defeitos de seus temperamentos. Os demais bichos fazem o mesmo, sucessivamente, e o Rato reinicia seu trabalho no 13º dia. Assim, graças ao trabalho constante dos animais, os budas garantem uma certa ordem no universo.


2018 é o Ano do Cão!

O respectivo animal do ano frequentemente adorna os calendários e os cartões do ano novo, conhecidos como nengajo. Também não é incomum as famílias decorarem suas casas com objetos que fazem referências ao signo do zodíaco. Isso acontece porque o Horóscopo chinêsé uma parte inerente ao cotidiano das pessoas e cultura japonesa no geral.


2018 é o Ano do Cão! Segundo dizem, as pessoas nascidas no ano regido por este signo possuem “virtudes de um cão”: São leais e sinceras e esforçadas. Não tem medo dos desafios da vida; e buscam relacionamentos harmoniosos com os outros ao seu redor.


Em 2018, o ano do Cão terá influência direta do elemento Terra. Por conta disso, as pessoas serão mais tolerantes e terão mais empatia, tornando o ano de 2018 repleto de equilíbrio. Em alta também estará a lealdade, honestidade, fidelidade e solidariedade.


Qual o seu signo chinês / japonês?

Fonte: Aqui

0 visualização
FansubAnimesForever - 2020    Copyright - Todos os Direitos Reservados